quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Lo-Fi é o Recife na Trama Virtual | Diário de Pernambuco

Coletânea reúne produção independente de artistas e bandas que buscam espaço nos palcos

Por Raítza Vieira (Diário de Pernambuco)

A cena musical pernambucana é repleta de bandas de qualidade que estão fora da mídia, uma prova disso foi o grande número de artistas inscritos para a mostra competitiva do Pré-Amp 2010.




Músicos gravaram com o celular, mp3 e outras mídias, num estilo home studio (estúdio caseiro). Foto: Bruna Rafaella/Divulgaçao

No entanto, os festivais alternativos muitas vezes não conseguem dar conta de todo esse pessoal que faz música no estado. E foi justamente com o objetivo de mostrar aqueles que estão fora do palco e dos festivais tradicionais que o músico Zeca Viana, baterista da Volver, decidiu criar a coletânea virtual Recife Lo-Fi que está disponível no site da Trama Virtual (http://www.tramavirtual.com.br/).

Ao todo são 21 faixas de diversos artistas da Região Metropolitana do Recife que produzem música de qualidade, num estilo mais home studio. "Procurei reunir bandas as mais diversificadas possíveis. Há artistas com influência de forró, de rock, de brega e outros estilos", afirma Zeca Viana. Ele acrescenta que buscou fazer a coletânea sem realizar nenhum tratamento técnico nas gravações, por isso, háqualidade do som entre uma faixa e outra é bem distinta. "O legal do projeto é isso. Tem gente que gravou do celular, outros de mp3... São músicas gravadas de forma 'lo-fi' (baixa definição)". Entre os nomes mais conhecidos do álbum, estão Tagore Suassuna, vocalista da The Keith; Bruno Souto, da Volver; Lulina; Gleisson Jones; Júlia Says e Johnny Hooker & Candeias Rock City.

Além deles, há os menos familiares do público local, como Jalu Maranhão, Ex-Exus e D Mingus. "A coletânea serve como uma vitrine para essas pessoas que têm uma qualidade artística excepcional. É também uma forma de reunir quem já produz música em casa e levar para a mídia virtual e, quem sabe, também para os palcos". A seleção dos artistas ficou por conta de Zeca, que já conhecia o trabalho deles, até porque está inserido no meio musical há mais de 10 anos, e outros nomes foram indicações dos parceiros Revista O Grito, Coquetel Molotov, Agência Alavanca, Recife Rock e Trama Virtual.

Segundo Zeca, apesar de a coletânea ter um grande número de faixas ainda é pouco em relação ao que é produzido no estado. Não é à toa que o músico pretende lançar o volume 2 ainda este ano. Ele comenta que a ideia de fazer a coletânea virtual surgiu quando estava, através da Volver, em temporada de shows em São Paulo e aí as pessoas gostariam de conhecer mais o som alternativo produzido em Pernambuco. Para divulgar ainda mais a coletânea, o músico vai promover uma festa no próximo dia 5, às 22h, no Quintal do Lima, que vai contar com shows de Júlia Says, Gleisson Jones e Zeca Viana & O Conjunto Imaginário. Eles vão convidar os outros integrantes do álbum virtual para participar da apresentação. Além disso, a festa vai ter discotecagem de Vivi Menezes, Mucuri, D Mingus e Jarmeson de Lima. "Será uma oportunidade de todo mundo que fez parte da coletânea se conhecer e divulgar o trabalho". Fora as músicas disponíveis para download, através do site da Trama, Zeca também criou um blog para divulgar o projeto, o http://www.recifelofi.blogspot.com/. Nele, há um pouco mais sobre os artistas participantes e o projeto em si.

Um comentário:

  1. Ótima idéia!
    Parabéns pela iniciativa!
    Muita paz!
    orlando

    ResponderExcluir